Cipriano Maia pede prioridade na Regionalização da Saúde

O secretário de Estado da Saúde Pública do RN, Cipriano Maia, realizou na tarde desta sexta-feira, a primeira reunião com a equipe de coordenadores recentemente empossados na Sesap e representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS) para pedir empenho na retomada do processo de regionalização das ações de saúde em todo o estado.

De acordo com Cipriano Maia, a regionalização faz parte da plataforma de ações do novo governo e será prioridade no atual modelo de gestão da saúde do RN. “É preciso avançar no processo de regionalização e repensar o papel da presença da Sesap nas regiões do estado, fortalecendo o pacto entre o Estado e os municípios. Quero propor a junção de todos no sentido de se construir uma rede de saúde forte e efetiva”, disse.

Na primeira reunião da equipe de trabalho, o secretário falou da importância da concretização do sistema de co-gestão e consórcios de saúde com o objetivo de otimizar o atendimento e assistência à saúde nas diversas regiões, através do fortalecimento dos Hospitais regionais, abertura do pronto-atendimento durante as 24h e avançar na implantação de policlínicas regionais. O secretário falou ainda aos coordenadores presentes da importância de realizar um pacto interno para retomar a agenda da regionalização, discutir entraves e criar instrumentos operacionais que passem as ações do planejamento para a prática.

“Qualquer planejamento, de qualquer setor, precisa estar sintonizado com a regionalização. O nosso grande desafio será preparar uma agenda estruturante de construção de instrumentos que façam a regionalização da Sesap realmente acontecer consoante a perfilização de cada região”, reforçou o secretário.

Durante a reunião foi apresentado o Planejamento Regional Integrado e Organizacional de Macrorregiões de Saúde, aprovado em junho de 2018, pela Comissão Intergestores Bipartite. Subsidiado por dados do Sistema de Informação do SUS, O planejamento faz uma avaliação da realidade e traça estratégias para a saúde do estado. A regionalização vai contribuir significativamente para a diminuição da superlotação dos dois maiores hospitais prontos-socorros da rede estadual, o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, e Tarcísio Maia, em Mossoró.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: