Saúde busca imunizar mais de 9 milhões de jovens contra o sarampo

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira e o ministro interino da Saúde, João Gabbardo, participam de lançamento da segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo

Com foco na população jovem, com idade entre 20 e 29 anos, o Ministério da Saúde iniciou hoje (18) a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo.

De acordo com o ministério, 9,4 milhões de brasileiros fazem parte desse grupo etário.

“Nesta idade, os jovens não costumam ir aos postos de saúde, pois geralmente não ficam doentes. Esse é um ponto importante: precisamos ter uma estratégia diferente com essa população”, disse o ministro interino da Saúde, João Gabbardo.

O objetivo da campanha, que teve R$ 7 milhões em investimentos nesta fase, é imunizar pelo menos 9 milhões de pessoas.

Os dados mais recentes da pasta da Saúde mostram que jovens nessa faixa etária são maioria entre os casos registrados – respondem por 30,6% do número total de casos de sarampo este ano no Brasil. E, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pelo ministério, são também o maior vetor em potencial da doença.

Leia maisSaúde busca imunizar mais de 9 milhões de jovens contra o sarampo

Governo oficializa descontingenciamento do Orçamento de 2019

Quase uma semana depois de abrir o espaço fiscal, o governo oficializou o descontingenciamento (desbloqueio) de R$ 13,976 bilhões do Orçamento de 2019 que ainda estavam bloqueados, anunciaram há pouco os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Segundo Paulo Guedes, a liberação total dos recursos que ainda estavam contingenciados foi possível porque o governo obteve receitas extraordinárias com a venda de ativos de estatais, que rendeu Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido sobre o ganho de capital das empresas, e pelos leilões do excedente da cessão onerosa e da partilha do pré-sal.

Realizado no início do mês, o leilão da cessão onerosa arrecadou R$ 69,96 bilhões, dos quais o Tesouro pagará R$ 34,6 bilhões à Petrobras e R$ 11,67 bilhões a estados e municípios, ficando com R$ 23,69 bilhões.

Leia maisGoverno oficializa descontingenciamento do Orçamento de 2019

Seu João de Lula morre aos 104 anos e será sepultado em Assú nesta terça – feira

Seu João de Lula era avô do ex prefeito Ivan Junior.

O tão querido e conhecido João de Lula, que ontem completou 104 anos, faleceu nesta segunda – feira, 18, e será sepultado em Assú.

O corpo está previsto para chegar na cidade as 23h de hoje, será velado no Centro de Velório Sempre na Av. Senador João Câmara, e o enterro será amanhã, dia 19, ás 16hrs.

O Blog do VT em nome dos netos Ivan Júnior, Breno e Renato Lopes, e dos filhos Gregório Junior e Ivan Lopes, presta votos de pesar a toda família de seu João de Lula, e segue em oração, para que Deus conforte o coração de todos os familiares e amigos.

PIPOCO: Valderedo arrecada por ano 24 milhões e gasta mais de 4 milhões só com mão de obra terceirizada


O prefeito de Ipanguaçu, Valderedo Bertoldo, até hoje é o campeão de processos que correm em segredo de justiça, e ainda assim, descaradamente, torra o dinheiro do contribuinte da cidade de Ipanguaçú.

Valderedo é daqueles que quanto mais dinheiro tem, mais quer gastar com serviços, como é o caso da licitação que aconteceu em março, que decretou por mais de 4 milhões, a empresa LEANDRO F TOME ME como vencedora de contrato para prestação de serviços terceirizados.

Gastar mais de 4 milhões com esse tipo de serviço é imoral, primeiro pelo fato de que corresponde a mais de dois meses de receitas da Prefeitura, já que por mês, arrecada cerca de 2 milhões e em um ano chega a bagatela de 24 milhões, e gasta 20% com locação, segundo é que poderia ver uma maneira mais vantajosa de atender a demanda, seja através de concurso ou contratos individuais.

Essa gastança toda com certeza deve ser avaliada melhor, já que ele não gasta com serviços mais básicos e essenciais para a população, mas é ligeiro para autorizar gastança com fornecedores.

NOTA: O blog do VT não conseguiu ter acesso aos dados de pagamentos pela prefeitura de Ipanguaçu, pois o site da transparência não atualizou as despesas, que são os pagamentos realizados até o momento, dessa forma, a população não sabe quanto é pago por mês ou quaisquer outros dados.

Escola Doméstica celebra 105 anos com direito a Sessão Solene na Assembleia

A Escola Doméstica de Natal está completando 105 anos de fundação em 2019. E para marcar a data, foi realizada nesta segunda-feira (18) uma Sessão Solene na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Durante o evento foram homenageados nomes de destaque na sociedade potiguar que passaram pela instituição ou que ainda estão contribuindo com a mesma.

“A trajetória educacional da Escola Doméstica tem-se configurado por um processo democrático de luta para que não fosse apenas gaiola cerceando a liberdade dos pássaros, e sim, preservasse a essência deles que é dar-lhes asas para que alcem voos em busca de novos horizontes, alimentando sonhos para que nessa escola se formassem verdadeiras cidadãs”, disse o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia e propositor da solenidade.

O parlamentar aproveitou ainda o seu discurso para relembrar a ex-aluna e ex-diretora da Escola Doméstica, Noilde Ramalho, que esteve no comando da instituição por 65 anos. “Reconhecida por sua atitude vanguardista, corajosa e de forte liderança, a professora Noilde foi protagonista de um verdadeiro feito para sua época”, disse Ezequiel. O deputado se referiu ao grande salto educacional dado pela entidade neste período.

Sob a administração de Noilde, foi criado o colégio misto Complexo Educacional Henrique Castriciano e o Centro Universitário do Rio Grande do Norte, UNI-RN, instituição de nível superior. “Para a Professora Noilde Ramalho todos os méritos e aplausos pelos êxitos da Escola Doméstica, nos seus cento e cinco anos de vida, que se exteriorizam em solenidades tão bonitas como esta que hoje estamos presenciando e como a homenagem na mudança do nome do Complexo de Ensino que reúne ED, HC e UNI-RN, que agora se chama Complexo de Ensino Noilde Ramalho”, disse.

Leia maisEscola Doméstica celebra 105 anos com direito a Sessão Solene na Assembleia

‘Estou vendo que nós estamos com dificuldade de reagir’, afirma Lula em festival no Recife

Resultado de imagem para lula

Sem se distanciar do já conhecido discurso de que foi preso sem provas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a fazer críticas neste domingo, 17, ao atual ministro da Justiça, Sérgio Moro. O petista subiu no início da noite ao palco do Festival Lula Livre, no Recife. No seu discurso, exaltou a origem pernambucana e admitiu que a oposição está “com dificuldades de reagir”.

Lula foi beneficiado por decisão do Supremo Tribunal Federal, que, por 6 votos a 5, declarou inconstitucional a prisão após condenação em segunda instância. O petista foi sentenciado em três instâncias. Em abril, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a condenação, mas reduziu a pena para 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão.

No Recife, Lula afirmou que gostaria de estar em um palanque com Moro, o procurador Deltan Dallagnol e o presidente Jair Bolsonaro “para saber quem é safado”. “Eu estou vendo os ataques aos LGBTs, aos negros, aos índios. Eu estou vendo o crescimento da violência bárbara contra as mulheres brasileiras. Estou vendo os salários desaparecendo, a aposentadoria ficar cada vez mais distante do trabalhador. E estou vendo que nós estamos com dificuldade de reagir”, disse o petista, prometendo dedicar “cada minuto da vida para libertar o País dessa quadrilha de milicianos que tomou conta do poder”.

“Eu não aceito negociação. Eu quero é a minha libertação. Eu sou homem da terra de Frei Caneca, sou da terra de Padre Roma. Sou da terra de lutadores que tiveram a coragem de em 1820 fazer a Confederação do Equador, a coragem de lutar pela independência deste país.”

Leia mais‘Estou vendo que nós estamos com dificuldade de reagir’, afirma Lula em festival no Recife

Moro aposta no combate a facções criminosas para marcar gestão

Resultado de imagem para moro

Com dificuldades de fazer o pacote anticrime avançar no Congresso, o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, tem apostado no combate às facções criminosas para tentar marcar sua atuação no governo e se reposicionar no jogo político.

O ministério comandado pelo ex-juiz da Lava Jato intensificou a política de isolamento dos chefes de grandes organizações em presídios federais e, de janeiro até a semana passada, transferiu 321 líderes e integrantes de facções como PCCComando Vermelho e Família do Norte de celas de presídios estaduais para o Sistema Penitenciário Federal.

A estratégia fez com que o número de detentos em suas cinco unidades dobrasse. Há ainda 400 vagas disponíveis. Na gestão de Moro na Justiça, a Polícia Federal passou a priorizar o combate ao crime organizado. Em governos passados, o órgão era voltado especialmente ao desmantelamento de esquemas de corrupção.

Além do aumento do número de presos, as cinco penitenciárias federais sofreram mudanças estruturais. Uma delas foi a construção de parlatórios de vidro, que acabaram com os contatos físicos entre presos e visitantes. “Os presídios federais não eram utilizados para isolar os presos”, afirmou o delegado federal Fabiano Bordignon, diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), subordinado a Moro.

“É um trabalho que tem sido bem árduo, mas os resultados estão aparecendo. Isso não quer dizer que a gente vai querer recorde de inclusão de presos”, completou ele, ao destacar que o uso do sistema federal “deve ser cada vez mais excepcional”.

Leia maisMoro aposta no combate a facções criminosas para marcar gestão

Receita paga hoje as restituições do 6º lote do Imposto de Renda

A Receita Federal paga hoje (18) as restituições do sexto lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

O crédito bancário atende a 1.365.366 contribuintes, totalizando o valor de R$ 2,1 bilhões. Desse total, R$ 207.186.130,72 são destinados a 5.270 idosos acima de 80 anos, 32.641 contribuintes entre 60 e 79 anos, 4.673 com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 16.408 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone 146. Na consulta à página da Receita, no serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

O Fisco disponibiliza, ainda, um aplicativo para tablets e smartphones, que facilita consulta às declarações do IRPF e a situação cadastral no CPF. Com esse aplicativo será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: